Em outro texto exploramos Dicas para transportar bebês e crianças com segurança. Mas existem outras dicas que envolvem a educação da criança para andar de carro e deslocar-se pela cidade.

Educação e proibições:

  • A criança deve aprender a se comportar no interior do veículo. Crianças inquietas, que se recusam a ficar sentadas e atreladas aos bancos, que insistem em viajar de pé, expondo-se a perigos e atrapalhando o condutor (distraindo-o e obstruindo o retrovisor interno), deverão ser educadas sobre os riscos destas atitudes.
  • É melhor proibir que se alimente ou manuseie objetos pontiagudos ou que possam quebrar-se com facilidade evitando engasgamentos ou perfurações.

A criança como pedestre: criança sozinha corre perigo, ela nunca deverá estar desacompanhada; somente quando ela tiver noção clara dos riscos poderá locomover-se por conta própria.

A criança como condutora (de bicicleta): ensinar leis de trânsito, o perigo do impacto quando em velocidade, o controle do veículo e medidas imediatas em caso de acidente e noções de como pedir socorro (Ligar 193 – Resgate).

  • Explicar que há riscos em qualquer veículo e que o trânsito em nossas ruas é bastante perigoso.
  • Os equipamentos de segurança são de uso obrigatório (capacetes, protetores para joelhos e cotovelos).
  • Manter a bicicleta em boas condições (freios, pneus etc.) colocar fita retro refletor e campainha.

 Motocicletas:

  • Devido à evidente periculosidade deste veículo é desaconselhável transportar crianças ou gestantes em motos.
  • Se for inevitável, a criança deverá ter desenvolvimento suficiente, bom equilíbrio e força para manter-se sobre o veículo em movimento (acima dos 7 anos de idade).
  • Usar os equipamentos de segurança corretos (não coloque um capacete que seja grande demais para a criança, pois seu peso excessivo poderá machucá-la) e, principalmente, trafegar em baixa velocidade pela mínima distância necessária e só se for indispensável.
  • Lembre-se: a segurança da criança depende dos adultos e a melhor educação vem do exemplo de como o adulto dirige, da sua paciência em ajustá-la aos equipamentos, explicando-lhe as razões das medidas de segu­rança e praticando a direção defensiva.

Transporte escolar:

  • É muito importante verificar se o motorista e o veículo possuem credenciamento junto aos órgãos competentes, pois esta é a garantia de que as normas de segurança estão sendo atendidas. O veículo utilizado para o transporte escolar deverá ter equipamentos de segurança adequados às crianças que estão sendo transportadas.
  • Cada criança deverá usar seu próprio cinto ou cadeirinha não poderá ser acomodada no banco da frente e de forma alguma devem ser co­locadas duas ou mais crianças em um único cinto de segurança.