O processo do parto é povoado de fantasias, medos, desejos e muitas histórias. Ele exige uma assistência competente e respeitosa.

Atualmente a mulher não confia mais na sua capacidade de parir e como se fosse natural, agenda a data do parto.

Com diferentes argumentos, o médico leva a gestante acreditar que em algum momento o seu corpo não vai funcionar tão bem assim, e assim a convence a marcar uma cesariana.

O parto cirúrgico é uma conquista preciosa quando a vida e a saúde estão em jogo. Mas o Brasil vive uma vergonhosa epidemia de cesarianas, com bebês nascendo antes do tempo.

Para evitar decepções peça para o pai do bebê ir às consultas médicas com você, e aproveitem para construir uma relação de confiança com o médico, ou trocar de equipe médica. Façam um plano de parto para entender melhor como tudo funciona, e participem de grupos que incentivem a conversa e o parto respeitoso. Participe do Curso de Preparação para o Parto do Gamp21.

Existem recursos para viver um trabalho de parto digno e construtivo. O medo do desconhecido fica menor.